agosto 2, 2020

Athletico-Pr x Coritiba: Informações e como assistir

Por admin

Valendo o título do Campeonato Paranaense, Athletico-PR e Coritiba entram em campo neste domingo (2), às 16h (de Brasília), na Arena da Baixada. A volta será na quarta-feira (5), em horário ainda indefinido, no Couto Pereira. O duelo terá transmissão ao vivo do DAZN em HD e com narração e comentário em português para todo o Brasil. 

Buscando o tricampeonato do Paranaense, o Athletico-PR deve entrar em campo com o retorno de três titulares – o zagueiro Thiago Heleno, o volante Léo Cittadini e o meia-atacante Nikão.

Por outrro lado, Erick é tratato como dúvida. Caso não esteja apto, Jonathan é o principal nome para substituí-lo.

Já o Coritiba, recordista com 38 estaduais, entra em campo com o técnico Eduardo Barroca confiante no título do Coxa.

“Pelo que os jogadores vêm trabalhando e produzindo, pela postura deles, pela cobrança interna deles, a gente tem todas as condições de atingir nosso objetivo”, disse o treinador.

O Coxa vem de seis vitórias seguidas, além de oito jogos de invencibilidade. Ao todo, soma 11 triunfos, três empates e apenas uma derrota em 15 jogos.

Escalações

Provável escalação do Athletico-PR: Santos; Erick (Jonathan), Thiago Heleno, Lucas Halter e Abner Vinícius; Wellington, Léo Cittadini e Marquinhos Gabriel; Nikão, Carlos Eduardo e Bissoli.

Provável escalação do Coritiba: Muralha; Patrick Vieira, Rhodolfo, Rafael Lima (Sabino) e William Matheus; Nathan Silva, Matheus Sales e Giovanni Augusto; Rafinha, Robson e Sassá.

Resultado

A frase é clichê, mas vale: Atletiba é uma caixinha de surpresas. E aconteceu novamente na partida deste domingo. Depois de sofrer na maior parte do jogo, o Athletico marcou aos 45 minutos do segundo tempo com Léo Cittadini e saiu na frente na disputa pelo título do Paranaense. O jogo na Arena da Baixada foi o primeiro da decisão e com o Coritiba mais forte, sobretudo no primeiro tempo. Com poucas chances, o Furacão achou o caminho quando se arrumou em campo no fim da partida. No toque de bola e pressionando na área do adversário, Léo Cittadini jogou um balde de água fria no Coritiba, que era mais perigoso e estava mais perto do gol. Mas Atletiba, amigos, só acaba quando termina.