Palmeiras x River Plate: Saiba como assistir e notícias do jogo

Em jogo válido pela volta das semifinais da Copa Libertadores da América, Palmeiras e River Plate se enfrentam nesta terça-feira (12), às 21h30 (de Brasília), no Allianz Parque, em São Paulo-SP.

No primeiro confronto, o Verdão encarou o time argentino em Avellaneda e venceu por 3 a 0, portanto, pode perder por até 2 gols de diferença para se classificar à grande final do torneio continental, que será disputada no dia 30 de Janeiro, no Estádio do Maracanã (jogo único).

O vencedor enfrenta na decisão o classificado de Santos x Boca Juniors. Na ida, as duas equipes empataram em 0 a 0.

Data: 12 de Janeiro de 2021
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo-SP

Árbitro: Esteban Ostojich-URU
Assistentes: Richard Trinidad e Martin Soppi-URU
VAR: Nicolás Gallo-CO
Transmissão: SBT, Conmebol TV.

Escalações

PALMEIRAS: Weverton, Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Matías Viña; Danilo, Zé Rafael e Gabriel Menino; Rony, Gustavo Scarpa e Luiz Adriano. Técnico: Abel Ferreira

Desfalques: Gabriel Veron, Felipe Melo, Wesley e Luan Silva (lesionados); Patrick de Paula (terceiro amarelo); Mayke (Covid-19)
Pendurado: Abel Ferreira

RIVER PLATE: Armani; Montiel, Rojas, Pinola e Casco; Enzo Pérez, Nacho Fernández, Girotti (Zuculini) e De La Cruz; Borré e Matias Suárez. Técnico: Marcelo Gallardo.

Desfalques: Carrascal (Cartão Vermelho)

Resultado

Não precisava ser com tanta emoção, mas, depois de quase 100 minutos (nove de acréscimo no segundo tempo!), o Palmeiras sobreviveu ao seu pior jogo sob comando de Abel Ferreira e está na final da Copa Libertadores depois de 21 anos. A derrota por 2 a 0 para o River Plate, na noite desta terça-feira, no Allianz Parque, só não foi desastrosa porque o Verdão havia vencido o jogo de ida por 3 a 0, na Argentina. Em um duelo à altura da Libertadores, o time de Marcelo Gallardo dominou do início ao fim, fez dois gols no segundo tempo e teve outro anulado pelo VAR no segundo. O Palmeiras resistiu como pôde mesmo depois de ter um a mais em campo – Rojas foi expulso – e, aliviado, comemorou a classificação. Agora é esperar Santos ou Boca para a finalíssima do dia 30 de janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *